OSTEOPATIA VISCERAL

Sabia que há dores que sentimos no sistema músculo-esquelético que podem ter origem no sistema visceral. As dores de costas, nos ombros ou a dor de cabeça podem ter origem no mau funcionamento de um órgão.

A Osteopatia Visceral baseia-se no facto de que:

  • O movimento é vida.
  • A estrutura do ser humano é indivisível.
  • O nosso corpo tem a capacidade de se autorregular.
  • A estrutura e a função condicionam-se mutuamente.
  • Os fluídos corporais devem circular livremente.

A Osteopatia Visceral avalia e trata tensões no tecido conjuntivo visceral, as dinâmicas de movimento e a tensão dos órgãos, membranas, fáscia e ligamentos que relacionam as vísceras com o sistema músculo-esquelético.

Estas tensões no tecido conjuntivo das vísceras podem resultar de cicatrizes cirúrgicas, aderências, doença, má postura e até mesmo uma lesão.

Assim, a Osteopatia visceral aumenta a comunicação propriocetiva no interior do corpo, aliviando os sintomas de dor, disfunção ou má postura. Uma abordagem integrativa para a avaliação e tratamento dos nossos pacientes requer uma apreciação das relações estruturais entre as vísceras e as suas conexões fasciais ou ligamentosas ao sistema músculo-esquelético.

O osteopata não elimina apenas o sintoma ou as consequências do seu problema, vai um pouco mais além e pretende corrigir todos os fatores que estão a debilitar o seu estado de saúde.

A osteopatia, na Integrativa, tem uma visão global e holística. Os nossos osteopatas avaliam as interações entre os sistemas neuro-músculo-esquelético (Osteopatia estrutural), visceral (Osteopatia visceral) e craniano (Osteopatia craniana). É o facto de aliarmos estas áreas de forma integrativa que nos permite fazer a diferença nos nossos tratamentos e atuar também de forma preventiva.

—-

Osteopata

Indicações da Osteopatia Viceral

-Dor músculo-esquelética

-Obstipação

-Azia

-Dores menstruais

-Dor torácica

-Dor abdominal

-Refluxo gastroesofágico

-Alterações hepato-biliares

-Digestões lentas

Porquê optar pela Integrativa?

-Destaca-se como uma clínica especialista e de referência em Osteopatia visceral

-Os nossos osteopatas têm 9 anos de formação universitária especializada: 4 anos de licenciatura em Fisioterapia e 5anos de formação em Osteopatia pela Escuela de Osteopatía de Madrid (EOM). Além disso têm formações especializadas e pós-graduações. Saiba mais aqui

-Todos os nossos Osteopatas têm cédula profissional definitiva atribuída pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) no âmbito da regulamentação das Terapêuticas Não Convencionais (TNC) em Portugal, nos termos do artigo 4.º da Lei n.º 71/2013, de 2 de Setembro – Portaria n.º 172-E/2015, de 5 de Junho.

Osteopatia

Osteopatia

Osteopata

Osteopata David Brandão

Terapia sacro craniana

Terapia Sacro-craniana